No Banner to display

25
dez 11

Receita de Natal pra alimentar a ALMA! Nem só de pão vive o homem!

 

Sim, esse é um Blog de comidas, receitas, delícias… mas como nem só de pão vive o homem… é absolutamente necessário alimentar a alma!

E quem veio nos brindar com uma Receita de Natal pra alma é Mari Gemma, amiga querida e que já escreveu aqui antes. E com a palavra Mari: 

R.E.C.E.I.T.A.   D.E.   N.A.T.A.L.

Hoje durante o preparo da ceia de Natal, entre telefonemas de felicitações e e-mails… (já que estamos cada vez mais optando por nos comunicar virtualmente), resolvi compartilhar com você minhas reflexões gastronômicas e filosoficas.

 

Fiquei pensando, entre o descascar de batatas e cenouras, sobre o que faz esta época ser tão especial? Por que a maioria das pessoas reserva o seu melhor como ser humano para um ou dois dias no ano? Qual o real significado de ser humano?

Fiquei imaginando, entre frituras e coberturas, a grande missão de um menino que nasceu no dia 25 de um dezembro “distaaaante”. Menino que cresceu, ensinou e morreu para nos indicar o caminho da Paz.
Fiquei sentindo, entre pratos e panelas, o significado maior de Sua Vida aqui no planeta Terra. Tudo que me vinha à mente era a grande receita do natal e de todos os dias de minha vida e o que Jesus veio nos ensinar:
Amar ao próximo como a ti mesmo.
Então transformei a receita do natal numa receita de vida (para a minha vida). Não é uma receita completa e você pode acrescentar novos ingredientes que deem mais cor e sabor a sua própria vida.
Se você aprovar e gostar, saboreie… É isso que eu desejo para todos nós hoje e sempre.

Ingredientes
– Inúmeras pessoas para se amar (comece por amar a você mesmo, já que a gente só pode dar ao outro aquilo que tem. Lembre-se que aqueles que são nossos desafetos estão aqui para nos mostrar aquilo que escondemos de nós mesmos).
– Doses infinitas de tolerância (somos imperfeitos e erramos muito, então por que cobrar a perfeição dos outros? Estamos aqui para aprender).
– Disposição para perdoar (isso não significa esquecer o que foi feito e, sim compreender porque  e em que contexto foi feito. O auto-perdão é o início da transformação).
– Pitadas de Compaixão (pois ao se colocar no lugar do outro percebemos o quão iguais somos. Afinal se eu quero ser feliz o outro também quer).
– Boa vontade para transformar (dar uma nova forma aos nossos pensamentos e emoções requer disposição e persistência. Alguém disse que seria fácil?…)
– Resignação para aceitar (ter a sabedoria para diferenciar aquilo que podemos mudar daquilo que temos que passar, aceitando com paciência e aprendendo a lição)

Minha ceia está pronta, e minha receita de vida também. Acredite! Cozinhei com o notebook na mesa da cozinha.
Então… É Natal !!! Saúde e Paz.
Mari Gemma De La Cruz
          

Amiga, obrigada! Amigos, continuem grudados aqui, porque Marido Na Cozinha é Prazer em Cozinhar, inclusive pra alma!

 

 

 
Tags: , , , ,
Rosana disse:

Bom pensarmos essas cositas esses dias e vivenciarmos tudinho nos outros 360 e poucos dias do ano, não é mesmo?

Obrigada pela reflexão Mari e compartilhar conosco Larissa e Neto.

Abração

é verdade amiga… é momento de reflexão profunda sobre nós e a vida! bjos

Paty disse:

Desejo um 2012 repleto de coisas boas pra vocês e que o Marido na Cozinha continue fazendo sucesso! Felicidades e paz! Beijo. Paty.

obrigadaaaaaaaaaaaaaaaa meu amor, procê tb! logo estarei aí! bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado
Campos obrigatórios são marcados com *

  • Copyrigth 2011 - Marido na Cozinha - Todos os direitos reservados.